Palavras jogadas ao vento

folhas

Lembra daquele dia em quenos encontramos pela primeira vez? Pois é, eu me lembro como se fosse ontem. Você me viu e de longe sorriu,ficou me olhando como se estivesse tentando confirmar que era você que eu buscava. Pelo seu olhar eu tive certeza que era você… Eu estava tão nervosa, talvez porque você sempre foi tão sério. Eu estava atrasada, como sempre, mas você permaneceu calmo, como sempre.

Por horas mantivemos conversa, era incrível como nossa conversa não morria. Acho que você me entendia melhor que ninguém, mas como? Você tinha um manual sobre mim? Como você conseguiu?

Tivemos momentos maravilhosos juntos. Compartilhamos tanto… sonhos, desejos, planos, sentimentos. Sabe aquele dia na sua rede? Quando você disse pela primeira vez que me amava. Eu fiquei com medo, medo de ser apenas um capricho seu, pensei quais eram as chances de ser verdadeiro, e então eu resolvi acreditar. Sabe quando eu escondia o rosto no seu peito dizendo ser vergonha? Eu só queria sentir seu cheiro, ter seu corpo junto ao meu, me sentir segura em seu abraço… era isso.

Acreditei tanto em você, em cada palavra, em cada sorriso, em cada beijo… mas não era verdadeiro. Você pegou as palavras mais lindas de se dizer para uma pessoa, e simplesmente jogou-as no vento. Como folhas que caem de uma árvore e perdem a sua vitalidade e dançam conforme o vento, seu amor era como essa folha? Acho que sim. Ele se desmanchou como um castelo de areia que eu fazia na praia quando criança, a primeira onda que batia, levava ele pra longe. A primeira onda que se aproximou de você foi suficiente para fugir. Que pena, porque com você eu até me afogaria…

Anúncios