Sem palavras…

Tem dias que a vontade é desaparecer, correr sem rumo, entrar em um buraco e ficar por ali mesmo. As vezes eu tenho a sensação que nada que eu fizer será de importância para alguém. Estava eu em baixo do chuveiro, me arrumando pra ir encontrar minha prima no shopping, e me bateu um desespero… não quero sair.

Agora entrei pro quarto e falei que vou dormir pra que ninguém tente falar comigo. Isso porque ainda são 19:41. Por que nós temos essa sensação de que nada faz sentido mais?

Antigamente eu chamava as pessoas para sair, hoje eu fujo delas. É como se de repente a vida fosse menos interessante, como se eu tivesse mudado tanto que já não pertenço a esse lugar. Eu queria ser a mesma de antes, queria acordar feliz simplesmente por ser feliz, queria que minha vida fosse além de um diário virtual, queria ter amigos ainda… mas não posso.

A tristeza que eu sinto tá apertando meu peito, e a dor é tão forte que vaza pelos olhos, trava a garganta e me tira as forças. Eu queria ter alguém que me entendesse sem eu precisar falar nada, porque só de falar a dor aumenta. Dizem que um abraço pode resolver, mas não é qualquer abraço, e acho que só uma pessoa tem esse abraço, mas não posso ganhar, impossível. É como diz o verso de uma música “e a palavra que me cura, ninguém vai dizer”. 

Queria ir para o alto de uma montanha e apenas observar o horizonte, mas meu horizonte se resume no meu notebook e as várias linhas sem sentido que escrevo. Será que não existe mais uma pessoa nesse mundo inteiro sentindo o que eu sinto? Se sim, me dê a mão, preciso de uma mão.

Anúncios