Voltei \õ/

Bom, eu tentei mais uma vez escrever sem me importar com as pessoas que liam, mas por motivos de “as pessoas perto de mim não entendem que nem tudo que escrevo é indireta” eu acabei desistindo e voltando ao anonimato. Não que eu tenha vergonha, mas não gosto de ficar ouvindo sermão toda vez que escrevo uma crônica onde o final não é feliz. Por que é tão difícil ver que eu não tô triste ou coisa do tipo, é só um texto!

Eu gosto muito de escrever sobre coisas aleatórias, eu não tenho um estilo tão fashion assim e as maquiagens que eu gosto não são as mais lindas do mundo, mas não acho que isso seja motivo pra pegarem tanto no meu pé. Talvez eu pense errado, mas será que cada um não tem o direito de ser do seu jeitinho? Seja atrapalhado, descolado, introvertido, bobão etc..

Eu tava indo bem no outro blog, mas quando as pessoas pararam de comentar nos post’s pra irem me procurar pessoalmente ou no FB pra perguntar “Você tá triste? É que seu último post foi muito depressivo, tem tomado remédio direitinho?” comecei a desanimar muito, até que abandonei. Acho que tem cerca de 2 meses que não posto nada lá, só que eu sinto falta. A ideia de ter um lugar pra falar sobre meu mundo me trás uma certa paz e me ajuda a colocar os pensamentos no lugar.

Bom, dito isso, eu voltei! Amanhã já pretendo começar a colocar todas as ideias no papel <3

Anúncios

MANUTENÇÃO!

Bom, o ano novo tá chegando, a vida nova também! Eu sei que todo ano falamos essas coisas, mas dessa vez quero adiantar minha vida, a partir de amanhã quero fazer coisas grandes e interessantes aqui para o blog e na vida. Então segunda começa com novidade õ/

Boa noite <3

É difícil de acreditar…

… que sempre foi você!

A vida toda eu procurei por alguém que me entendesse, que conversasse comigo através de um olhar, que risse das minhas piadas erradas, e que me corrigisse com carinho, que não mentisse para me agradar, não sobre tudo. Também queria alguém para dizer que fico linda mesmo sem quilos de maquiagem, alguém que se importasse comigo de verdade. Que soubesse exatamente o que eu preciso, até quando estou em negação. Eu procurei, realmente, procurei muito, por todos os lados e becos escuros, mas não achei.

Vaguei no mundo quando desisti e de repente… trombei em você. Que procurava as mesmas coisas que existiam em mim, e oferecendo as que eu procurei por tanto tempo. Sabe o mais estranho? Você sempre esteve ali. Na festa do meu melhor amigo, você estava sentado na mesa do lado, ocupado demais em me ignorar. Naquele filme no cinema com os amigos, você chamava minha atenção por não ficar quieta. Quando seu amigo jogava com uma estranha, também era eu. É engraçado como você nunca me suportou.

kkkkg

Só que de repente o mundo deu uma reviravolta e nos esbarramos, com corações desacreditados, fé abalada e uma mala vazia, e acredita? Você se encaixou em mim. Hoje eu que preciso te mandar ficar quieto no cinema, você que joga com a estranha, eu que te dou colo no fim de tarde, nós que dividimos uma rede para ver o por do sol. É inacreditável, mas é tão óbvio, claro que tinha que ser você e mais ninguém.